O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

GRUPO MARACATU VENTOS DE OURO REFORÇA AIMPORTÂNCIA DO PROTAGONISMO DE MULHERES NEGRAS ATRAVÉS DA ARTE EM SALVADOR

baque virado, coordenado e regido pela mestra Josy Garcia há 6 anos na cidade de Salvador. O grupo é filho da Nação do Maracatu Porto Rico, nação centenária fundada em 1916 na cidade de Palmares/PE.

Entre os principais objetivos do grupo está a necessidade de expandir a cultura do maracatu na Bahia, sobretudo no Nordeste, mas também alcançar outras regiões e espaços culturais no Brasil. Além disso, o grupo reconhece a importância de promover intercâmbios com grupos, mestres e mestras da cultura popular e batuqueiros recifenses, gerando assim uma troca de experiências e vivencias entre indivíduos e grupos praticantes de culturas populares, combatendo todas as formas de discriminação, preconceito e intolerância praticadas contra os símbolos e praticantes das culturas populares afro-brasileiras.

O maracatu de baque virado é o estilo trabalhado pelo grupo, que executa as “loas” (canções) da Nação Porto Rico e também “loas” próprias compostas enquanto instrumento de expressão da cultura afro-brasileira, luta e resistência pelos direitos das mulheres e dos grupos de matriz africana e pela valorização da cultura afro-brasileira.

Entre as iniciativas desenvolvidas pelo Maracatu Ventos de Ouro, na cidade de Salvador, são desenvolvidas oficinas gratuitas de percussão e construção de instrumentos, ensaios abertos, cortejos e eventos culturais, com o objetivo de difundir a cultura popular afro-brasileira e a valorização cultural.

O Maracatu Ventos de Ouro traz a força e ancestralidade feminina para conduzir seus movimentos e fortalecer a cultura popular, também com o intuito de empoderar mulheres negras através do maracatu. O grupo faz ecoar a sua voz e dá compasso de representatividade feminina no cenário soteropolitano, sendo o primeiro e único grupo de maracatu do estado da Bahia, em longas e constantes atividades, filiado a uma Nação de Maracatu.

Entre os meses de janeiro a abril de 2021, o projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

Conheça as principais vivências e expressões culturais do grupo

Oficina de introdução ao maracatu – atividade gratuita realizada para capacitação de novas integrantes. Na oficina todos os participantes aprendem os toques, as loas e a coreografia do grupo. O ciclo de atividades contempla ainda uma roda de diálogo sobre a história e fundamentos do maracatu de baque virado. A oficina tem como objetivo valorizar, difundir e expandir a tradição cultural do maracatu de baque virado, além de formar novas integrantes para o Grupo Maracatu Ventos de Ouro e novos participantes para o CORTEJO PERNAMBAIANO.

Cortejo Pernambaiano – movimento cultural realizado na cidade de Salvador feito de maneira colaborativa para valorizar, divulgar e fomentar a cultura popular afro-brasileira. Idealizado pela diretora e mestra do Maracatu Ventos de Ouro, Josy Garcia, o cortejo reúne grupos de cultura popular da cidade de Salvador e outras regiões, fazendo um grande encontro para o fortalecimento e integração entre os grupos, amantes e apreciadores de nossa cultura, criando uma rede colaborativa e estruturada para o movimento cultural na cidade.

Sobre o projeto Café com xs mestrxs

Depois de um ano desafiador para todos nós, o grupo Maracatu Ventos de Ouro começa 2021 com grandes conquistas e novidades para compartilhar com o nosso povo. Como uma de nossas primeiras ações, vamos ter a primeira edição da live Café com xs Mestrxs, onde falaremos sobre cultura popular, vida e obra de grandes nomes que contribuem para nossa história. O projeto tem apoio financeiro do Estado da Bahia através da Secretaria de Cultura e da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Programa Aldir Blanc Bahia) via Lei Aldir Blanc, direcionada pela Secretaria Especial da Cultural do Ministério do Turismo, Governo Federal.

No próximo sábado, a mestra Josy Garcia vai conversar com o mestre pernambucano Maciel Salú. Nascido em Olinda, mestre Maciel Salú é herdeiros de uma das famílias mais expressivas na cultura popular da região. Além de ser mestre no Maracatu Rural, ele também é cantor, compositor, rabequeiro e brincante de Cavalo Marinho, criado em meio a Maracatus, Cavalos Marinhos, Cocos e Cirandas. Durante o café, mestre Maciel Salú vai contar um pouco sobre a sua trajetória no Maracatu Rural, falar sobre a importância desse ritmo para a cultura popular da Mata Norte pernambucana.

Música

SERVIÇO

O quê: Live Café com xs Mestrxs

Quando: Sábado, dia 30 de janeiro de 2021, às 10 horas.

Onde: Canal do Youtube Maracatu Ventos de Ouro

Link: https://www.youtube.com/maracatuventosdeouro

Compartilhe

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *