O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Mudanças ambientais: como a energia solar contribui para a preservação do meio ambiente?

Os desastres ambientais estão cada vez mais frequentes nas cidades do Brasil, como o mais recente caso que aconteceu no Rio Grande do Sul, em que a forte chuva provocou estragos em 467 dos 497 municípios do estado e causou mais de uma centena de mortes. Atualmente existem 1.942 municípios sujeitos a catástrofes associadas a deslizamentos de terras, alagamentos, enxurradas e inundações, o que representa quase 35% do total dos municípios brasileiros, segundo levantamento realizado pelo governo federal.

Uma das soluções sustentáveis para diminuir os problemas ambientais e climáticos provocados pela ação humana inclui o fortalecimento da utilização de fontes “limpas” e renováveis de geração de energia, como a energia solar, que minimiza os impactos ambientais e traz benefícios tanto para as empresas quanto para as residências, afirma o presidente da Associação Baiana de Energia Solar Fotovoltaica (ABS) e presidente do Conselho Estratégico da Associação Nacional das Entidades Representativas de Energias Renováveis (ANER)Marcos Rêgo.

“A energia solar auxilia na descarbonização, pois não emite nenhum gás poluente, diferentemente das fontes que dependem da queima de combustíveis fósseis, que emitem grandes quantidade de CO2 (dióxido de carbono) na atmosfera, um dos principais gases que contribuem para o aumento do efeito estufa e todos os seus impactos ambientais”, explica.

Segundo o presidente, dessa forma, a energia solar diversifica a matriz energética, diminuindo a dependência de recursos naturais não renováveis e gerando uma transição para uma energia mais limpa e duradoura.

“Até quando comparamos com outras fontes renováveis de energia, a solar ainda se apresenta como alternativa mais sustentável para o planeta e economicamente viável para as pessoas. As hidrelétricas, que ainda lideram a participação energética no país, com 47,8%, estão diretamente ligadas aos desequilíbrios ambientais devido ao alagamento de áreas, causando assoreamento do leito dos rios, remoção de mata ciliar e perda de espécies nativas”, conta Marcos.

Além disso, diante dos avanços tecnológicos, os painéis solares fotovoltaicos conseguem otimizar o aproveitamento da luz solar, reduzir os custos de energia elétrica e armazenar a energia produzida excedente. Solução econômica e ambientalmente responsável no mercado global, a geração distribuída de energia solar é um dos caminhos para atenuar os impactos de eventos climáticos extremos e estimular novas oportunidades de trabalho de um setor em ascensão”, destaca o presidente da ABS.

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Compartilhe