O Portal Jack Comunica não se responsabiliza pelos conteúdos publicados pelos nossos colunistas.

Ação e Cidadania

Programa quinzenal dá voz aos catadores ensinando sobre reciclagem e curiosidades sobre a profissão

O movimento Pimp My Carroça, ONG que desde 2012 luta pelo reconhecimento social e econômicos das catadoras e catadores de materiais recicláveis, anuncia mais uma novidade em seus esforços de dar visibilidade para esses trabalhadores que coletam 90% de tudo que o Brasil recicla: o Cataflix. Com o objetivo de criar conteúdo relevante sobre a reciclagem e o universo dos catadores, o Cataflix é um programa dentro do canal do Youtube do Pimp My Carroça, onde os youtubers serão catadores.

“O público do programa é tanto o gerador de resíduo quanto o próprio catador, até porque um não vive sem o outro”, disse João Bourroul, coordenador de comunicação do Pimp My Carroça. “A melhor forma do gerador de resíduo se conscientizar sobre sua responsabilidade na cadeia da reciclagem é ouvindo o que um catador tem pra falar. Catadores são agentes ambientais e professores. Eles sempre foram influenciadores em potencial – a gente só colocou uma câmera pra registrar o imenso conhecimento desses trabalhadores”, conclui.

A primeira temporada terá cinco episódios e será apresentada por uma dupla de catadores. Três já foram divulgados. Cada um deles aborda um tema específico, de proteção do covid-19 até a História da “profissão catador” no Brasil e no mundo. Os cenários do programa, inclusive, são obras de arte feitas exclusivamente pro Cataflix. A cada episódio, um grafiteiro diferente é convidado para pintar um painel que retrate o tema daquele programa.

O último episódio da primeira temporada, por sua vez, deve ir ao ar no dia 18 de dezembro e trará informações sobre a saúde dos catadores.

Apesar do Cataflix ser gravado em São Paulo, o programa reflete o caráter nacional do Pimp My Carroça e do seu app, o Cataki. Ou seja, ao longo do programa, são feitas várias inserções de catadores do Brasil todo, além de vídeos de outros especialistas trazendo outros detalhes sobre o tema do episódio. O Cataflix é resultado de uma parceria entre Pimp My Carroça e Nestlé, empresa apoiadora do programa. 

Confira os próximos programas:

Episódio 4 – 11:12: Destinação correta dos resíduos

A separação e a destinação correta dos resíduos é o tema do episódio 4. Os catadores – ninguém melhor que eles – contam qual a melhor forma pro gerador de resíduo separar e destinar os materiais de sua casa. Depois que você consumiu um produto, aquela embalagem não desaparece: ela segue existindo e, se você fizer sua parte, ainda irá gerar renda pro trabalhador da reciclagem.  

Episódio 5 – 18/12: Saúde dos catadores

A tração humana de carroças está longe de ser o modelo ideal – mas é o modelo mais comum hoje em dia. Pensando na redução de danos, o último episódio da temporada 01 do Cataflix traz dicas práticas pro profissional da reciclagem manter a saúde em dia mesmo diante das dificuldades e dos riscos da coleta na rua.  

Sobre o movimento Pimp My Carroça

É um movimento que atua desde 2012 para tirar os catadores de materiais recicláveis da invisibilidade – e aumentar sua renda – por meio da arte, sensibilização, tecnologia e participação coletiva. Desde o seu início, mais de 2.000 catadores/as foram atendidos, mobilizando cerca de 1.200 grafiteiro(as) e aproximadamente de 2.500 voluntário(as) – além de 23 cooperativas de catadores que receberam mutirões de pintura. As ações do projeto foram replicadas em cerca de 50 cidades de 14 países diferentes, como Colômbia, Argentina, EUA e Marrocos. Em 2017, oPimp My Carroça lançou o premiado app Cataki.

Sobre o Cataki

Lançado em julho de 2017 pela ONG Pimp My Carroça, oCataki é o aplicativo que faz a conexão direta entre o gerador de resíduos e o catador de materiais recicláveis. Ao baixar o app, o usuário visualiza o catador mais próximo da sua localização e o chama para que ele venha coletar seus recicláveis. O objetivo do Cataki é aumentar dois fatores simultaneamente: a renda dos catadores e os índices de reciclagem do Brasil.

Disponível gratuitamente para iOS e Android, o app permite que o usuário visualize o profissional da reciclagem mais próximo e negocie a retirada e o pagamento pelo serviço.

Em 2018, durante evento na sede da UNESCO em Paris, o app ganhou o prêmio Netexplo de Inovação Digital, sendo apontado como a principal plataforma digital de impacto social entre as duas mil iniciativas do mundo todo que participaram da premiação. Com mais de 45 mil votos, o Cataki é também o vencedor do Chivas Venture 2019, na categoria People’s Choice. A premiação é global e reconhece iniciativas tecnológicas de impacto socioambiental.

Atualmente há aproximadamente 3.000 catadores conectados na plataforma – e espalhados por mais de 530 cidades do Brasil. Até hoje, já foram realizados mais de 200 mil downloads do Cataki. 

Tags

Jacson Gonçalves

Tenho 25 anos sou natural de Salvador, Bahia. Sou cadeirante, jornalista, Blogueiro e Digital influencer. Ser jornalista é também contribuir com o exercício da profissão e ter na veia a responsabilidade social de levar informação e entretenimento.

Artigos relacionados

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Fechar

Adblock Detectado

Considere nos apoiar desabilitando o bloqueador de anúncios